Hospital Municipal de Pinhais: 70% dos nascimentos em 2015 foram por parto normal

14533812201De cada dez crianças que nasceram ano passado no Hospital Municipal Nossa Senhora da Luz dos Pinhais (HMNSLP), em Pinhais (PR), sete foram por parto normal.

Em 2015, o hospital realizou 1.789 partos — 1.215 normais e 562 cesarianas.

O Hospital é mantido pela Prefeitura de Pinhais, atende todos os pacientes por meio do SUS (Sistema Único de Saúde) e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar.

“O parto normal é excelente para a saúde do bebê e da mamãe”, resume a gerente de Enfermagem, Ana Paula Cappelli. Ela explica que o parto normal é recomendado pelo Ministério da Saúde e que o percentual alcançado pelo HMNSLP está acima da média nacional.

De acordo com o Ministério da Saúde, 84% dos partos realizados atualmente no Brasil por meio da rede suplementar são cesárias. Na rede pública, porém, esse percentual cai para 40%. “Mesmo assim, é um percentual alto. Aqui no hospital municipal, felizmente, trabalhamos com uma realidade inversa: 70% dos partos são normais e nosso trabalho busca aumentar essa quantidade”, afirma a gerente de enfermagem.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a quantidade de cesarianas não ultrapasse os 15% do total de partos.

Sem indicação médica, a cesariana pode provocar riscos desnecessários para a saúde da mulher e do bebê. Um dos riscos é o aumento em até 120 vezes da probabilidade de problemas respiratórios para o recém-nascido, além de triplicar o risco de morte da mãe.

No HMNSLP, logo após o parto, mamãe e bebê têm o primeiro contato pele-a-pele. Trata-se de uma prática que traz inúmeros benefícios para a saúde da criança. “Isso porque reforça o vínculo afetivo, melhora a temperatura corporal do bebê, estimula o aleitamento materno precoce, além de estabilizar os sinais vitais e de glicemia da criança”, explica Ana Paula.

 

Amigo da Criança

Em 2013, o Hospital recebeu da Unicef (Fundação das Nações Unidas para a Infância) a certificação de Hospital Amigo da Criança. À época, a fundação afirmou que o hospital municipal incentiva o aleitamento materno, garantindo às mães o sucesso da amamentação desde o momento da chegada ao hospital até o puerpério.

Entre a equipe de enfermagem capacitada para atender as gestantes, há uma técnica de enfermagem que se dedica exclusivamente ao incentivo e apoio ao aleitamento materno.

Giselle da Silva, mãe da pequena Maria Helena, que nasceu no dia 5 de janeiro deste ano, confirma os benefícios do parto normal. “Esta foi a segunda vez que fiz o parto normal. Realmente é excelente porque a recuperação é rápida e o desenvolvimento do bebê é bem melhor”, explica.

Já para Caroline Lopes dos Santos, mãe pela primeira vez, o parto normal foi bastante tranquilo. “A recuperação realmente é bem rápida e o bebê passa o tempo todo com a gente”, destacou ela, enquanto amamentava a pequena Maria Valentina, que nasceu no dia 5/1.

Conheça os benefícios do parto normal

O parto normal oferece uma série de benefícios para a mulher e o bebê. Para a mulher, tem menor custo, ela fica mais disposta para cuidar do seu bebê, a amamentação se dá com mais facilidade, há menor risco de hemorragia e de infecção, propicia uma recuperação mais rápida, excluem-se os riscos associados à cesárea e à anestesia e há menor necessidade de uso de medicamentos. Para o bebê, diminui as chances de ele nascer prematuro, pois o trabalho de parto sinaliza que o bebê está pronto para nascer. Também o prepara para a vida fora do útero, pois após a passagem pelo canal de parto seus pulmões expelem líquidos e respiram com mais facilidade, além de o contato com os microrganismos vaginais estimular seu sistema imunológico, o que evita doenças no futuro. 

(Via Pró-Saúde)