Pró-Saúde participa do 4º Congresso Brasileiro Médico e Jurídico, na capital do Espírito Santo

14706789471

A Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar participa, entre os dias 24 e 26 de agosto, no Itamaraty Hall, em Vitória (ES), do Congresso Brasileiro Médico e Jurídico, evento organizado pela ABRAGES (Agência Brasileira de Gestão Social e Tecnologia). A entidade vai debater o terceiro setor e as parceiras público-privada na gestão da saúde no Brasil. Em sua quarta edição, o Congresso é uma das principais iniciativas realizadas para discutir o rumo da saúde no País. O evento recebe apoio da Pró-Saúde e vai reunir alguns dos mais importantes especialistas e juristas na análise de temas relevantes para a sociedade brasileira na área de saúde: legislação, gestão, financiamento e políticas públicas promovidas nos municípios, estados e União. A judicialização também será foco do Congresso, com temas ligados à realidade e perspectiva do SUS (Sistema Único de Saúde) no Brasil, medicamentos de alto custo e os impactos da crise financeira na gestão das políticas públicas. Às 10h20 do dia 26, Danilo Oliveira da Silva, diretor de Desenvolvimento da Pró-Saúde, fala para o público sobre a experiência e o modelo de prestação de serviços da entidade na gestão pública do SUS. Mestre e especialista em gestão de qualidade e gestão de pessoas, Danilo destaca a importância do evento. “A discussão e o debate do conhecimento devem ser o ponto de partida na construção de um modelo de saúde pública realmente eficaz em nosso País. Portanto, essa troca de experiência é essencial para que possamos superar os desafios. Nesse contexto, os 50 anos de expertise da Pró-Saúde permitem oferecer uma importante contribuição”, afirma. Em Vitória, a Pró-Saúde é responsável pela administração do Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), referência em traumas de média e alta complexidades, desde 18 de dezembro de 2015, quando entrou em vigor o contrato de gestão firmado entre a entidade e o Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da SESA (Secretaria de Estado da Saúde). No Brasil, a Pró-Saúde é responsável pela administração de hospitais, UPAs, Samu e unidades de saúde, além de quatro Centros de Educação Infantil, distribuídos em 11 estados brasileiros. São 2.780 leitos sob sua responsabilidade, 20 mil profissionais, sendo 3,5 mil médicos. Em ranking publicado no dia 8 de maio de 2016 pela revista Exame, dois dos dez hospitais públicos de excelência no País são administrados pela Pró-Saúde — Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém, e Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira, ambos municípios do Estado do Pará. Em Vitória, no Hospital Estadual de Urgência e Emergência, a Pró-Saúde trabalha na implantação de um projeto que busca incorporar protocolos de sustentabilidade aos procedimentos realizados na unidade. A iniciativa, inédita no Estado capixaba entre unidades públicas de saúde, visa ampliar a eficiência na utilização dos recursos, otimizar gastos, aumentar os investimentos, reduzir o impacto ambiental e melhorar os serviços de saúde prestados aos usuários. Ao final do processo, o hospital buscará a certificação internacional GRI-Report C, concedida pela GRI-Reporte Iniciative, entidade sem-fins lucrativos sediada em Amsterdã, capital da Holanda, que estimula empresas públicas e privadas mundo afora a melhorarem resultados econômicos, sociais e ambientais a partir de protocolos de sustentabilidade.

Mais informações do Congresso: www.congressomedicoejuridico.com.br